(...) da ashfixia à serotonina

sexta-feira, setembro 28, 2007

373º

Matyasi Gábor


6 Comments:

Anonymous Dark_Angel said...

Felicitações do lado obscuro da vida ao teu blog, a intriga da numeração, é como passos que defines para um caminho que recorre a números, porque a necessidade de ter uma coerência, é concreta?, é como um código que se revela, com sabor a sangue perfumado, cada numero que apresentas e como um toque de ti, um flamejar de pensamentos......(deixo para terminares este raciocino inócuo)

4:46 da tarde  
Blogger Tó Gomes said...

caricia malícia seratonina vesperina

5:04 da tarde  
Blogger PiresF said...

História Antiga

Era uma vez, lá na Judeia, um rei.
Feio bicho, de resto:
Uma cara de burro sem cabresto
E duas grandes tranças.
A gente olhava, reparava e via
Que naquela figura não havia
Olhos de quem gosta de crianças.

E, na verdade, assim acontecia.
Porque um dia,
O malvado,
Só por ter o poder de quem é rei
Por não ter coração,
Sem mais nem menos,
Mandou matar quantos eram pequenos
Nas cidades e aldeias da nação.

Mas, por acaso ou milagre, aconteceu
Que, num burrinho pela areia fora,
Fugiu
Daquelas mãos de sangue um pequenito
Que o vivo sol da vida acarinhou;
E bastou
Esse palmo de sonho
Para encher este mundo de alegria;
Para crescer, ser Deus;
E meter no inferno o tal das tranças,
Só porque ele não gostava de crianças.

Miguel Torga


Um Excelente Natal para ti e toda a família.

7:53 da tarde  
Blogger Miguel Barroso said...

Já tinha saudades de cá vir.
abraço..

A SEIVA

2:13 da tarde  
OpenID blogberona said...

eu vejo lábios de luz
chegando na minha escuridão...
olhar de fogo saudável
esquentando o meu coração...

12:24 da manhã  
Blogger Flávio Gonçalves said...

Méké, há blogue novo em 2008?

10:02 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home